COMUNICADO

image

Mais uma vez retorno de Brasília sem dinheiro e sem uma data certa para o empréstimo chegar! Mas, é claro , ainda com muita FÉ de que um dia conseguiremos!

Enfatizo que, se ainda não temos esse dinheiro, a culpa é exclusiva do pessoal do SEPE que invadiu Câmara como vândalos., claro com apoio dos vereadores de oposição. Os demais vereadores ficaram receosos com as ofensas morais e gritos dos diretores do SEPE. Agora, sem o empréstimo que salvaria a cidade, os representantes dos sindicatos tornam-se culpados por demissões e por cortes de benefícios que a população venha a sofrer a partir de agora. Eles tomaram a Câmara de assalto e implantaram a desordem impedindo a votação, com isso transformaram a Casa Legislativa numa bagunça, promovendo o assédio moral ao ofender os Vereadores e suas famílias. A falta do empréstimo, ainda que seja temporária, provocará mais cortes nas despesas, com mais gente sendo penalizada, tudo por pura maldade do SEPE para comigo, não se preocuparam com os contratados que serão cortados, nem com o povo que, sem o empréstimo, perderá o direito a passagem a R$ 1,50. A Salineira que esperou por meses sem receber já comunicou que partir do dia 3 não aceitará mais o cartão. Se considerarmos que não fizemos mais obras por falta de dinheiro, não gastamos mais com festas também por falta de recursos e não conseguimos pagar os caminhões e máquinas há MESES sempre esperando o empréstimo, ao retornar sem uma data definida para a entrada do recurso, só nos resta cortar outros gastos!

Tentei de tudo antes desse amargo remédio. Infelizmente, só me restou essa possibilidade, cortar mais despesas.

Logo que consigamos receber o dinheiro a que temos direito, o benefício da população será reestabelecido.

Tenhamos fé.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

RESPOSTAS NAS URNAS

Por Julio Viggiani

É necessário que seja reconhecido pelos cabo-frienses o quanto Cabo Frio cresceu e se desenvolveu durante os mandatos como prefeito de Alair Correa, porém agora ele enfrenta diuturnamente uma luta que é a de salvar Cabo Frio do caos financeiro que se abateu sobre o município, sem medo de polemicas criadas pelos seus adversários políticos, muitas delas fantasiosas ou que não condizem com a verdade, principalmente quando se trata da questão relacionada ao empréstimo que Cabo Frio tem direito e que trará um novo alento financeiro para o município, o prefeito não mede esforços para conseguir derrubar todas as barreiras e lograr êxito em sua luta, uma vez que para o prefeito Alair Correa trazer de volta a normalização dos pagamentos dos servidores, dos serviços essenciais, crescimento de empregos, pagamentos das dividas do município e trazer de volta investimentos é uma questão “Sine qual non”. Quem conhece a força de vontade do prefeito Alair Correa seu amor pela cidade e seu respeito pelo seu povo sabe que ele está determinado em conquistar seus objetivos sobre o que é melhor para Cabo Frio e sua população. Para aqueles que tentam impedir a conquista do empréstimo por questões eleitoreiras e outros interesses prosaicos não confundam afabilidade dos eleitores com falta de clareza do que é melhor para Cabo Frio, aguardem respostas nas urnas.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

ESTOU NO AVIÃO COM DESTINO A BRASÍLIA!

Pela centésima vez viajo em busca de recursos, não deixo a pressão e os insultos dos adversários me abalarem. Para mim são como nada! Já o lamento da população por não morar mais na cidade que ajudei a construir e deixei em 2004, como as dificuldades dos nossos servidores, esses sim: São o meu combustível e os motivos de não parar de lutar para conseguir sair dessa terrível situação. Estou indo a direção do Banco do Brasil tentar tirar o artigo que tem impedido a cidade de receber o empréstimo a que tem direito.

Que Deus me acompanhe.
Boa tarde!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

ONDE ESTÁ A JUSTIÇA?

Por JULIO VIGGIANI

Cabo Frio infelizmente tem um sindicato (SEPE/LAGOS) se é que pode ser chamado assim, pois na realidade não usam a lei de greve para reivindicar verdadeiras pautas e negociar, mas em vez disso demonstram total desrespeito há esta mesma lei que veda violar ou constranger os direitos e garantias fundamentais de outrem, ações que este sindicato mais usa com invasões de prédios públicos, inibindo que servidores exerçam seu direito de trabalhar, com seu fingimento de que estão reivindicando cerceiam o direito sagrado das pessoas de ir e vir, demonstrando total impudência e infringindo as leis vigentes no país. Estes arruaceiros disfarçados de professores com suas ações contrariam a ética e o decoro que a profissão estabelece, o mais estarrecedor é ver pessoas sensatas se deixarem levar por dirigentes deste sindicato que desrespeita a lei e gera transtornos em cadeia, porque com esta greve de cunho político não atinge somente os alunos, mais suas famílias e os cabo-frienses em geral quando bloqueiam entrada das pessoas em prédios públicos e causam engarrafamentos quando de forma ilegal interrompem o transito prejudicando as pessoas no seu direito constitucional de ir e vir. Será que de forma malandra estes arruaceiros estão esperando uma ação mais dura do prefeito Alair Correa que tem sido excessivamente generoso com estes grevistas, inclusive não descontando seus dias sem trabalhar, para que possam fazer um proselitismo vigarista. Fica no ar uma pergunta: onde está a justiça que não age contra estas transgressões as leis por parte deste sindicato?

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

IDEALISMO

Por Eliane Moura

Hoje acordei triste, pensativa. Sempre fui uma idealista, sempre corri atrás de meus sonhos e enquanto educadora, lutei muito por aquilo que achava correto com muito respeito pela escola, pelos alunos e por seus pais, procurando sempre que possível, respeitar as leis e seguindo sempre o que me foi ensinado por meus pais. Penso que caráter, a gente já nasce com ele e respeito todos gostam. Sempre achei que o meu direito terminava, onde começava o do meu irmão e é com grande tristeza, com dor no coração, que vejo que tudo o que aprendi e sempre julguei como certo, está se perdendo no tempo.

Acho que não pertenço a esse mundo de falsidades e mentiras, onde pessoas se vendem por simples capricho, a um mundo onde as leis, os estatutos (criados pelo próprio homem) não são respeitados por eles mesmos, onde a ganância e o poder estão acima de qualquer coisa.

Me sinto como se tudo o que aprendi como certo, tivesse ficado pra trás.

O que esperar de um mundo onde ouço a seguinte frase infeliz de uma educadora, por estar com seu salário atrasado (o meu também está)” hoje eu entendo porque as pessoas optam por roubar e matar”… Meu Deus! Fico me perguntando o que uma pessoa dessa e as outras que agridem idosos, faltando-lhes com o respeito, fazem baderna, invadem prédios públicos, danificam patrimônio público… têm pra passar para os nossos filhos e netos? Acho que infelizmente a educação chegou ao fundo do poço! Sinto pena dos jovens de hoje, que serão os cidadãos de amanhã e principalmente sinto pena de estar perdendo o que eu tinha de mais puro: meus sonhos e meus ideais.

Eliane Moura

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

PROCUREMOS ENTENDER AS AÇÕES DO SEPE

Sepe proíbe entrada dos funcionários de Secretaria Municipal de Fazenda

Qualquer sindicato quando faz um movimento e decreta um estado de greve, o faz porque reivindica direitos. Nessas greves do SEPE o que eles dizem pleitear:

 – Salários em dia;
 – Restante do 13º salário;
 – 1/3 de Férias.

Nós do Governo ainda não os atendemos porque não temos conseguido uma arrecadação que nos permita cumprir com nossos servidores as reivindicações e nunca dissemos que não pagaremos.

Então vem o seguinte questionamento: O EMPRÉSTIMO! Todas as câmaras votaram os de suas cidades, já em Cabo Frio os grevistas tomaram de assalto a Câmara agredindo os Vereadores e impediram a votação. A pergunta é: se o empréstimo seria para pagar o devido ao funcionalismo mas o sindicato impede a entrada de um dinheiro que seria também para eles, ELES QUEREM MESMO RECEBER?

♦ ARRECADAÇÃO

Nos últimos dias eles invadiram o prédio da Secretaria de Fazenda. Após serem expulsos pela JUSTIÇA, ocuparam a ENTRADA do prédio e não deixam as pessoas entrarem para pegar suas guias e pagar nos bancos os seus débitos. Se eles impedem que as pessoas paguem seus impostos, perguntemos: ELES QUEREM MESMO RECEBER?

É óbvio que, para eles, o atraso no pagamento é mais importante do que receber, deixando claro que o motivo da greve é politico, se não eles não ficariam contra aumentar a arrecadação do município.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

SEPE PERDE NOVAMENTE

JUSTIÇA CONCEDEU DUAS LIMINARES NA TERÇA FEIRA PROIBINDO O SEPE E DEMAIS SINDICATOS DE INVADIREM PRÉDIOS PÚBLICOS. PENA QUE ELES SE ACHAM ACIMA DA LEI!

Ontem, por exemplo, o meu irmão Axiles Corrêa, Secretário de Fazenda, apesar dos seus 76 anos de idade, foi humilhado e desrespeitado pelo pessoal do SEPE quando tentava entrar no prédio para trabalhar, momento em que os diretores do SEPE e SINDICAF o agrediram moral e fisicamente. Foi triste e vergonhoso o que fizeram: empurrando-o e ofendendo-o e segurando suas pernas a fim de impedir sua entrada. Quanta falta de vergonha desses preguiçosos “sindicalistas“! Todos ali a ofender um senhor de quase 80 anos que só queria trabalhar. Uns vândalos travestidos de sindicalistas. Pior ainda foi o “radialista” Ademilton Ferreira, que não me perdoa por não querer pagar-lhe para falar bem do meu governo e, revoltado por isso, quis me dar o troco mostrando em seu face o vídeo com o meu irmão Axiles apenas mandando beijos para os grevistas, enquanto se fosse outro os trataria do jeito que merecem. Mas o meu irmão apenas mandou beijos mostrando, educadamente, quão ridícula foi a impiedosa manifestação de um grupo já rejeitado pela sociedade. O gritos, palavrões e massacre não tiraram a dignidade de um trabalhador sem máculas, mesmo com mais de trinta anos no serviço público. Pior foi a molecagem costumeira do péssimo radialista Ademilton Ferreira para com meu irmão. Assistam ao vídeo que ele postou e constatem o que os vândalos do Sepe vêm fazendo: Desrespeitam a todos e até a Justiça!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS