OS DOIS MENDES, JÂNIO E MARQUINHOS AFIRMAM : “TUDO FAREMOS PARA CABO FRIO NÃO RECEBER ESSE DINHEIRO QUE PERDEU COM A PETROBRAS”

Coitados! Quanta pequenez, maldade e falta de respeito para com a cidade e seu povo. Tudo por causa do poder. Aproveitaram o quanto puderam a super queda na arrecadação: incitaram o povo contra mim e o governo, o que causou desgaste político e emocional; pagaram para invadir prefeitura, protestar, acampar e etc. Agora, constatando que a prefeitura vai ser indenizada, em forma de empréstimo, pelo que perdeu se desesperam! São sabedores de que com esses recursos, ainda que seja menos da metade do que Cabo Frio perdeu, nós vamos mudar a história mais uma vez e os dois aloprados políticos esperneiam e mordem o dedo mindinho, atônitos porque colocaremos a vida dos funcionários novamente organizada, recebendo em dia os seus direitos e assim eles perdem o palanque dos sindicatos .A Saúde voltará a ter mais investimentos: + médicos, + remédios, hospitais atendendo nossa população e eles perdem a exploração da dor das pessoas. Com essa reposição parcial, poderemos voltar a cuidar das nossas artérias, praças, sinalização, praias, limpeza da cidade e os dois irresponsáveis não terão mais o discurso de que a cidade está abandonada. O discurso covarde, pois os dois têm ciência da crise nacional que atinge a cidade, de que nada fazemos será desmontado com a chegada de parte do dinheiro que Cabo Frio perdeu.
Jamais abandonamos nossa cidade, fomos obrigados, pelas perdas financeiras a reduzir todos os serviços a fim de conseguirmos pagar funcionários e atendermos saúde e educação.

Lutamos incansavelmente para que nossa cidade recebesse o que perdeu e ainda que recebamos apenas uma parte, mudaremos a cidade novamente, levando nossa população ao crescimento econômico e social. Mostraremos que, apesar das dificuldades, ultrapassamos grandes obstáculos e enterraremos esses aproveitadores do caos social.

O JORNAL “O DIA” EM MATÉRIA SOBRE OS ROYALTIES DE PETRÓLEO DIZ: OS MUNICÍPIOS RECEBERÃO A PARCELA DE MARÇO COM A MAIOR QUEDA EM 14 ANOS.

30e36fca625c539d9ca4abb695a4d1cb

Quem sem experiência e coragem conseguiria enfrentar tão inusitada e complicada situação financeira? Não queremos menosprezar os adversários mas, Marquinhos, Jânio, Paulo César ETC estariam como críticos/políticos em condições de liderar uma equipe e administrar tantas perdas de arrecadação como temos perdido? É uma situação complicada, enfrentar essa crise é o mesmo que estar no centro de um tsunami, no caso de Cabo Frio as sucessivas quedas se comparam com uma tempestade a cada mês. Governar hoje é estar sempre travando uma luta titânica entre o que se arrecada e o muito que se gasta. É como conseguir pagar a folha já com atraso e, quando consegue, já se entra em outro turbilhão de incertezas de como pagar a folha seguinte, até porque as outras despesas já não sabemos o que fazer com elas. Hoje você governa para um povo que tem direitos assegurados pela constituição mas que os governos estaduais e federal os descumprem quando não repassam aos municípios os valores devidos e necessários e, o pior é que cada vez mais diminuem o que se tem direito a receber, por isso os prefeitos não conseguem realizar o que as populações esperam.

19fa5867e3fdd896ecb34de0e6f78b07

O DINHEIRO DAS PERDAS DE ROYALTIES DE CABO FRIO AINDA NÃO CHEGOU, MAS A EXPECTATIVA EM RECEBÊ-LO AUMENTOU!

be391465bde0cab3d734befe1bcbde8c

No mês passado, ao receber a primeira trimestral do ano, quase morri. No governo anterior nossa cidade recebia aproximadamente 40 MILHÕES DE REAIS e agora recebemos apenas R$ 1 MILHÃO e 400 MIL REAIS, R$ 38 MILHÕES DE REAIS a menos.

Isto nos atingiu como um terremoto com escala de 10 graus na escala Richter. Jamais um governante, em toda a história da república, teve uma perda tão acentuada de arrecadação como a que tivemos nesses dois anos de governo, tudo devido a crise do petróleo. ESTAMOS HÁ DOIS ANOS lutando para que nos devolvam o que perdemos! No ano passado o Senador Crivella encampou nossa luta, conseguiu que o SENADO aprovasse uma lei para resolver a situação dos municípios produtores de petróleo e, nos últimos dias, conseguiu o sinal verde do Ministério da Fazenda, CMN e Secretária do Tesouro Nacional. Avançamos bastante e estamos agora esperançosos de que, finalmente, poderemos receber o que perdemos. Ontem estive presente na reunião da Câmara de Cabo Frio, assim como os demais colegas prefeitos em suas cidades, participando das sessões legislativas simultâneas em homenagem ao querido Senador MARCELO CRIVELLA por tudo que vem fazendo para salvar nossas cidades.

OBRIGADO SENADOR!

CABO FRIO PELO CÉU PELA TERRA E PELO MAR!

8d0d1713355dc77ede8e3e9c8bdff3de

ALGUMAS PESSOAS FINGEM ESQUECER DAS COISAS BOAS QUE FIZEMOS.

Ontem, com a chegada do último navio, encerrou a temporada de TRANSATLÂNTICOS 2015/2016. Foram 75 mil turistas que recebemos em nosso terminal. Desses, 85% foram paulistas, e mais importante ainda é que 72% vieram a Cabo Frio pela primeira vez e muito mais importante e gratificante é que 98% desses mais de 70.000 turistas disseram que adoraram nossa cidade e que voltarão a visitá-lá. São dados como esses que me mantém vivo e disposto a continuar enfrentando essa dificuldade e rompendo tão grande tempestade. Vejo no momento dessas perdas que as obras que fiz no passado quando fomos fortes economicamente, nos ajuda a manter nossa cidade viva e atraente. Que bom que há vinte anos atrás, quando não tínhamos entrada por terra o meu governo tenha feito as duas largas entradas, pela Avn. América Central (Praia do Siqueira) e Avn. Wilson Mendes (Jacaré) essa inclusive com uma nova e moderna ponte. CABO FRIO PASSOU A TER SUA ENTRADA POR TERRA. Que bom que em 1998 o meu governo inaugurou o nosso Aeroporto Internacional com a segunda maior pista para pouso do nosso Estado. CABO FRIO PASSOU A TER SUA ENTRADA TAMBÉM PELO CÉU.

Que bom que em 2003 o meu governo inaugurou o Terminal para Transatlânticos e que, nesses últimos cinco meses, tenhamos recebido mais de 70.000 turistas. CABO FRIO PASSOU A TER SUA ENTRADA PELO MAR.

Tivemos, nos últimos anos, o aeroporto quase parando e o terminal recebendo por ano dois três navios. As dificuldades têm sido muitas e lutamos para rompê-las mas, a falta de dinheiro não impediu que mantivéssemos o olhar para frente sem tirar a história das nossas mãos e utilizá-la para vencer. Como dizia no passado agora já se pode entrar em CABO FRIO PELO CÉU, PELA TERRA E PELO MAR!

POR LUCIANA G. RUGANI

É muito importante que os cidadãos se interessem pela história do desenvolvimento de suas cidades, principalmente no caso de Cabo Frio que, em poucos anos, sofreu uma transformação gigantesca. A cidade transformou-se a partir do incremento da atividade turística em sua economia. E, é impossível falar do desenvolvimento da cidade sem citar o nome do prefeito Alair Corrêa.

Em seus governos anteriores, essa transformação se acelerou. Foi uma gestão que primou por grande avanço em curto espaço de tempo, um verdadeiro “boom” de desenvolvimento. Bairros inteiros foram urbanizados, avenidas foram abertas, a cidade ganhou destaque no turismo nacional e internacional.

E deu-se em boa hora a lembrança aqui da abertura das duas entradas da cidade e também do aeroporto e do terminal de transatlânticos, pois estas obras revelam seu perfil de administrador que, além de promover o melhor em seu município, preocupou-se em iniciar a preparação da cidade para essa fase que vivemos atualmente, a fase de pós-royalties.

Hoje o turismo é a principal fonte de desenvolvimento econômico do município, e, se não fossem estas obras realizadas por Alair, a situação poderia ser gravíssima e talvez sem solução. Seu perfil de homem de visão e administrador que enxerga além ficou registrado na história do desenvolvimento de Cabo Frio quando construiu uma cidade melhor para seus cidadãos sem perder de vista o amanhã. E isso nada poderá apagar.

JANIO MENDES PROVA DO SEU PRÓPRIO VENENO

Nos últimos tempos, Jânio, através do seu sobrinho e professor fantasma RAFAEL, vem incentivando os professores a protestarem em frente a prefeitura, invadirem a sede do governo, protestarem em frente a minha residência e agredirem a minha família. Nesse sábado ele provou do seu próprio VENENO ao ter essas pessoas dentro do seu evento, reunião do PDT, protestando por ele estar sempre votando contra o servidor estadual e aqui em Cabo Frio incentivando os servidores contra nosso governo. Por mais de três meses sofri todo tipo de protesto em silêncio, reservado, permitindo a manifestação dos grevistas e a eles pagando seus salários. Embora triste ou revoltado jamais os agredi, minhas respostas eram através dos meus artigos no face e nada mais. A diferença está aí: “esses democratas de araque, no primeiro protesto ofendem e batem em quem protesta”. A CARA DO JANIO QUERENDO JUSTIFICAR A AGRESSÃO FEITA POR SEU LÍDER LUPE NUMA PESSOA CHEGA A SER RÍDICULA. Ele provou do seu próprio veneno! Mas fica uma pergunta: O que fez o professor fantasma, seu sobrinho?

NOS ÚLTIMOS DIAS FIZ DA CAPITAL DA REPÚBLICA, BRASÍLIA, MINHA MORADA! A LUTA PELO QUE PERDEMOS DE ROYALTIES CONTINUA

imageHoje, quarta feira, participei de mais duas importantes reuniões: uma na Secretaria do Tesouro Nacional e outra na Diretoria de GOVERNO no Banco do Brasil . Avançamos bastante na busca dos nossos direitos, é claro que não acreditamos que recuperaremos integralmente os mais de R$ 500 MILHÕES DE REAIS que Cabo Frio perdeu com o problema da Petrobrás. No entanto, achamos possivel que recebamos uma parte desse montante que tiraram do município e que tantos transtornos trouxe a nossa administração e nossa população. Na verdade não precisamos que devolvam tudo o que perdemos, mas sim recursos suficientes para colocarmos a folha dos nossos funcionários em dia, regularizarmos a situação do Ibascaf, pagarmos os prestadores de serviço, os fornecedores, poder colocar a Saúde em condições de atender melhor o contribuinte e manter os programas sociais. Essa situação difícil começou quando passamos a receber 20 milhões de reais a menos em cada mês, porque nos tirou a condição de cumprir os compromissos com a sociedade. Nos últimos dias avançamos em nosso objetivo e só descansaremos quando recuperarmos o que perdemos e os recursos retornarem aos cofres da prefeitura.