Como evitar Overbooking?

Como evitar Overbooking?

29/06/2019 Off Por Alair Corrêa

Já aconteceu de você se direcionar para sua viagem pela companhia aérea, mas ser retirado pela mesma do voo por motivo de ser excedente? Seja sua resposta sim ou não, é necessário que você saiba como evitar overbooking!

Afinal, o overbooking no avião é uma prática comum de ocorrer – e não só por motivos de excedente de passagens vendidas. No entanto, pode acontecer de causar danos morais ao passageiro, como humilhação de ser retirado e má conduta dos funcionários.

De forma a desviar desse problema, prossiga com a leitura do artigo e entenda como evitar o overbooking!

Como evitar overbooking: por que ele acontece?

Overbooking se trata do excesso de reservas por parte da empresa, ou seja, quando ela vende passagens ou ingressos acima de sua capacidade. Isso é uma medida comum para companhias aéreas, de forma a evitar prejuízo pela desistência dos passageiros.

Dessa maneira, se um passageiro não comparece à viagem, outro já toma o seu lugar na reserva.

No entanto, ocorre de uma grande parte dos passageiros comparecerem, o que leva ao overbooking. Contudo, nem sempre isso ocorre pelo excedente de reservas feitas, tendo outros motivos como:

  • Troca de aeronave por problemas técnicos, podendo ser substituída por uma com capacidade menor;
  • Cancelamento de voos e consequentes junções, onde há prioridade para idosos, pessoas com crianças de colo e gestantes;
  • Acomodação de passageiros que perderam conexões;
  • Atraso do passageiro, que compareceu ao check-in com mais de 30 minutos de atraso (voos domésticos) ou mais de 60 (voos internacionais).

Em caso de se encontrar numa dessas situações, há a resolução da Anac para overbooking, para regularizar seus direitos com a companhia. Porém, como evitar?

aeroporto

Como evitar overbooking: medidas para fugir dessa situação

Apesar da presença da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para respeitar os direitos do passageiro, é mais interessante evitar os problemas do overbooking. Assim, algumas medidas podem ser tomadas para contornar essa situação!

Seja pontual

No Brasil, é comum que as empresas repassem seus problemas para cima do cliente, então é essencial que não dê corda para isso: seja pontual no check-in. Dessa forma, você evita possíveis multas e diferenças de tarifa por atraso.

Assim, chegue com menos de 30 minutos (voos domésticos) ou 60 minutos (voos internacionais) no aeroporto.

Bagagem

Caso precise despachar bagagem após check-in (estando atrasado), faça o despacho no portão de embarque. Caso ela passe pela máquina de raio x, você evita problemas com overbooking.

Confirme o voo na véspera da viagem

Seja no site da empresa ou em seu call center, você deve confirmar sua viagem com antecedência, de preferência na véspera. Dessa forma, você descobre possíveis alterações no seu voo antes de chegar no aeroporto.

Check-in

É possível fazer check-in na internet com até 12 horas de antecedência do voo em certas empresas. Dessa forma, evita possíveis contratempos comuns para quem faz o check-in no aeroporto.

Preste atenção no embarque

Problemas com overbooking podem ocorrer mesmo após o check-in – por isso, é necessário prestar atenção no embarque. Se atente para o painel de informações, de forma a ir para o portão de embarque o mais rápido possível.

Em caso de alteração de aeronave, isso é mais essencial ainda, pois os últimos a embarcarem costumam sofrer com overbooking.

Se fidelize com a empresa

Ser um passageiro frequente ou até mesmo membro do programa de fidelização da empresa abre um mar de benefícios. Afinal, passageiros recorrentes da companhia costumam ter prioridade de assento em situação de overbooking.

Overbooking é legal?

Overbooking não é considerada uma prática legal segundo a resolução da Anac, o que confere à empresa responsabilidade pelo problema. Caso ocorra, seus direitos são:

  • Realocação para outro voo ou remarcação de data e horário + compensações a negociar;
  • Embarcar no voo de outra empresa, se houver disponibilidade de assentos;
  • Telefonia/internet em espera superior a 1 hora;
  • Alimentação em espera superior a 2 horas;
  • Hospedagem em espera superior a 4 horas;
  • Reembolso integral da reserva;
  • Conclusão da viagem em outro meio de transporte;
  • Indenização por overbooking (em caso de danos morais).

Nos Estados Unidos e Europa, é legalizado o overbooking, ocorrendo então negociação entre empresa e passageiro para que sejam garantidas compensações. Porém, no Brasil é mais complicado, sendo necessário falar até com supervisor para garantir os direitos.

Dessa forma, aprenda a como evitar overbooking para que não passe por esses problemas.

[Total: 0    Média: 0/5]