Conheça a história de 3 logos famosas

Conheça a história de 3 logos famosas

20/12/2019 Off Por Alair Corrêa

Há muito o que se aprender ao conhecer a história de logos famosas. Sabendo como as coisas evoluíram para chegar onde estão agora, é possível compreender a tomada de decisões por trás de cada alteração, além de entender melhor como as tendências evoluíram com o tempo.

Pensando nisso, nós selecionamos um pequeno resumo da história de logos famosas para que você possa aprender com o conteúdo e melhorar o seu processo de criação de logotipos.

Ficou curioso em saber quais as logos que selecionamos? Então siga a leitura do artigo!

Coca-Cola é a rainha da história de logos famosas

Poucas empresas têm uma logo tão famosa quanto a Coca-Cola. Seja onde for no planeta que o símbolo da empresa seja exibido, ele será reconhecido. Não importa a cultura ou o quão distante.

É curioso, no entanto, o fato de que o logo da Coca-Cola mudou bastante com o tempo, especialmente considerando o fato de que a bebida não era um refrigerante, mas sim um xarope inicialmente.

Pois é! A bebida criada por John Pemberton em 1866 era um xarope destinado a ajudar as pessoas. No entanto, eventualmente, o líquido foi modificado e começou a fazer mais sucesso com o público.

Quem criou a versão inicial da logo da Coca-Cola foi Frank Robinson, sócio de John Pemberton na elaboração do produto.

Robinson acreditava que a bebida precisava de um logotipo próprio, que fosse bastante expressivo e elegante. Por isso, sugeriu a utilização da fonte Spencerian, que era uma fonte de caligrafia estilo Art Nouveau manual relativamente popular na época.

Além disso, ele também fez a escolha da fonte considerando que a tipografia tinha Cs muito bonitos e que eles ficariam ótimos nos materiais de anúncios da bebida.

Inicialmente, o logo da Coca-Cola era em preto e branco, mas não por nenhuma razão em específico, apenas porque não se imprimia a cores na época. Poucos meses depois da sua criação inicial, a logo recebeu um “Trademark” indicando a marca registrada.

A cor vermelha veio apenas em 1958, em uma reformulação da logo que adicionou cor ao seu desenho, além de ar uma arqueada simples na forma da escrita.

Em 1969, o estilo Arden Square foi introduzido na logo, se tornando mais ou menos a versão básica do que vemos hoje nas embalagens da bebida. Uma das grandes novidades foi a “onda branca” no logo, chamado de Recurso da Fita Dinâmica. Até hoje a onda é usada no logo da Coca-Cola.

Em 2003, veio uma nova atualização na identidade visual da marca, ganhando um pouco de sombra e bolhas para dar mais realismo. No entanto, a mudança não agradou e em 2007 a logo voltou a ser alterada para algo mais simples, dando maior enfoque ao nome da marca.

Apple é uma das marcas que mais mudou

Uma das história de logo famosas mais conhecidas é a da Apple. Ao mesmo tempo, a empresa é uma das que mais alterou a sua imagem, sempre perseguindo o ideal de Steve Jobs.

Inicialmente, Steve Jobs pensou no logo e no nome da empresa para passar uma ideia simples e sofisticada para as pessoas. Aliás, nem nisso os fundadores da empresa, Jobs e Steve Wozniak, conseguiram concordar. Jobs queria a maçã por causa da ideia simples e sofisticada, mas Wozniak dizia que “era uma empresa de informática, não uma loja de frutas”. No fim, a vontade de Steve Jobs prevaleceu.

A logo da Apple sofreu diversas alterações com o tempo. A sua primeira versão é uma homenagem à famosa cena em que Isaac Newton está repousando no pé de uma árvore, mas uma maçã cai na sua cabeça. Inspirado por isso, ele começa os seus estudos sobre a gravidade.

Além da cena, a logo trazia a inscrição Apple Computer CO. No entanto, a logo era muito complexa e o exato oposto do que Jobs queria. Ela inclusive tinha um visual meio renascentista, de quadro antigo, o que a deixava ainda mais incompatível com o ideal do cofundador da empresa.

Não demorou muito para a empresa trocar de logo em meados dos anos 70, com o designer Rob Janoff sendo contratado para dar uma nova identidade visual para a companhia.

Foi aí que foi criada a base do logo que dura até hoje: apenas a silhueta de uma maçã mordida. A maçã, claro, vem do nome Apple e da homenagem a Newton. Já a razão dela estar mordida tem várias explicações.

A mais famosa é que “mordida” em inglês diz-se “bite”, que é um trocadilho com um dos termos usados para classificar o tamanho dos arquivos (como em X gigabytes).

Já outra explicação diz que a maçã mordida era uma homenagem a Alan Turing, conhecido como pai da computação, que se suicidou mordendo uma maçã envenenada com cianeto.

Rob Janoff, o designer criador da logo, no entanto, diz que criou a mordida porque queria diferenciar a maçã de uma cereja.

PlayStation é uma logo recente, mas que mudou muito

Outra logo que foi muito alterada com o tempo é a do PlayStation. O logo do vídeo-game, aliás, acompanha a história conturbada do console. Inicialmente ele seria fruto de uma parceria entre Nintendo e Sony. No entanto, a Big N deu para trás no último minuto, mesmo após anúncio oficial, para lançar o Nintendo 64 e manter o controle de vendas de fitas em vez de apostar no CD.

A Sony, então, reformulou o projeto e resolveu lançar o PlayStation. Inicialmente, o console usava uma logo 3D, em que o P (de Play) criava uma sombra do S (de Station). Saiba mais sobre o que é logo 3D, neste post da Sagicapri.

Com o tempo, no entanto, o design ficou muito complexo e desde o PlayStation 3 a logo mudou para PS3 ou PS4 (depende da versão) com uma fonte fina e típica do vídeo-game.

E aí, gostou de conhecer a história de logos famosas? Qual delas é a sua favorita? Conte pra gente nos comentários abaixo!

[Total: 0   Average: 0/5]